quarta-feira, 26 de maio de 2010

“Deu no que deu”

Se, antes, a expressão era “deu pra quem deu”, agora, a mais usual tem sido mesmo “deu no que deu”. “O que que é isso, senhores ouvintes”?... 'tá' tudo muito doido, e não temos a companhia da loucura de Nietzsche (“do caos nascem as estrelas”). Ultimamente, caos causam mortes (sem renascimento), e as estrelas brilham menos que bombas e projéteis pelos céus... Socorro, Zaratustra!...
Já 'tô' até lembrando Raulzito: “quando acabar, o maluco sou eu”...
Tem cadeirante passeando e ultrapassando caminhões, pelas BRs da vida. Um cara instalou motor de motocicleta na cadeira de rodas, e viajou, literalmente, na estrada (quem sabe até sentindo-se um Senna). Mas foi por pouco tempo – a polícia rodoviária “cortou o barato” dele. O aventureiro foi pescador, tem 45 anos, e não tem as duas pernas e um braço. Imagine, se...
A imagem de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do nosso Brasil, já não significa mais só adoração. Há pouco tempo, uma quadrilha resolveu ‘homenagear’ a Santa, criando mais de 30 imagens (enormes, lindas mesmo) da Senhora Aparecida, recheadinhas de maconha. Se a polícia não tivesse descoberto o crime, numa dessas, haveria algum extravio, “no meio do caminho”, e... “fé demais não cheira bem” (mesmo).
Uma matéria especial, em tv aberta, quase me convenceu, dia desses, a não tomar mais água, nem banho. Sabe o que é pior, nisso?... É que tem muito pobre coitado que acredita nas estorinhas que os “sábios médicos” entrevistados contaram... Se tomar banho tira as ‘coisinhas’ da minha pele, produzidas pelo meu organismo, e isso não é bacana (saudável), não deveriam existir rios, mares, oceanos, até chuva, por que, de um jeito ou de outro, todos nós, animais, tomamos banho, e ainda banhamos as “violetas na janela”. E ainda bem que tomamos banho (já pensou no ‘perfume’, depois de décadas?)...
Tem ‘neguinho’ tirando toda roupa, na dita porta eletrônica de agência bancária, pra poder entrar, o que só consegue de cueca (portinha ‘sacana’ essa, hein?). Pensa que é só homem que sofre, pra sair mais ‘pelado’ ainda da agência, depois de pagar, pagar, e continuar devendo?... Que nada!... Há algum tempo atrás, uma mulher ficou trancada do lado de fora da ‘senhora’ porta de uma agência bancária, enquanto o segurança orientava que ela deixasse chaveiro, celular, e todos os metais. Deixou até o que não tinha, e a porta continuou travando, negando entrada. A mulher desceu, literalmente, do salto, e tirou a blusa. É verdade que despiu-se dentro da agência, e continuou gritando, em total descontrole emocional. Agora, me diz: numa dessas, você também não se irritava?... A “tragédia humana” rendeu 70 mil reais de indenização (por constrangimento) à mulher, com ‘preju’ (bagatela) ao banco... Com tantas circunstâncias vexatórias como essas, os banqueiros deveriam tirar algumas moedinhas do ‘cofrinho’, e contratar ‘adestradores’ de portas eletrônicas (Brasil ‘tá’ cheio de técnicos disso e daquilo)...

Voltem – Raulzito, Jorge Amado, Elis, Mussum, Costinha, Mamonas, Dercy, Golias, Zacarias, Quintana, Chacrinha, Oscarito, Paulo Francis, Bussunda, Simonal, Mazzaropi, Artur da Távola, Nair Belo, Bezerra da Silva, Cazuza, Arnaud Rodrigues, Grande Otelo, Imperial, Carequinha, Tim Maia, e tantos outros irônicos personagens desta vida!... A ‘coisa’, por aqui, vai que vai – e continua indo (e ainda nem chegamos ao horário gratuito de propaganda eleitoral)...

Ah, se pelo menos Nostradamus tivesse previsto...

Um comentário:

  1. Muito bom. Eu aconmpanhei parte destas histórias e a reportagem sobre a água cheguei a comentar ontem com uma amiga. Como pode um médico dizer: Só bebo água quando tenho sede e pode não ser água; e outro dizendo que banho só de 3 minutos no máximo e sem tirar a sujeira que é a proteção natural do corpo...kkkk E pensar que trago Aparecida no nome. Fui batizada lá... Seu senso de humor é impagável. Beijos, Iza.

    ResponderExcluir

De olho