quinta-feira, 21 de outubro de 2010

O que pensar?

O que pensa o catador de papel, escorado na lixeira?...
O que pensa a motorista, no carro parado no sinal, com a testa no volante?...
O que pensa o bebado ziguezagueando pela rua, aos gritos?...
O que pensa o garoto de rua, diante da vitrine da loja de tênis importados?...
O que pensa o velhinho atravessando sobre a faixa de segurança?...
O que pensa o cara de gravata falando pelo celular, e tropeçando no meio-fio?...
O que pensa a moça que chora, no ponto de onibus?...
O que pensa o homem que limpa as mãos cheias de graxa, examinando o pneu que acabou de trocar?...
O que pensa o rapaz debruçado no violão, sentado na praça?...
O que pensa a policial anotando multa, na esquina?...
O que pensa o garotinho se lambusando com sorvete, na avenida?...
O que pensa o pescador amparado por um par de muletas fincadas na areia, olhando fixo para o mar?...
O que pensa a velhinha que espia a rua, pela fresta da cortina de casa?...
O que pensa o garoto malabarista, no meio de tantos veiculos parados no sinal?...
O que pensa o hippie cabisbaixo, ao lado de brincos, colares e pulseiras, na calçada?...
O que pensa o motorista de taxi limpando o para-brisa do carro?...
O que pensa a dona-de-casa contando o dinheiro da carteira, no canteiro?...
O que pensa o velho barbeiro olhando para o céu, na porta da barbearia?...
O que pensa a garotinha empoleirada na grade do playground?...
O que pensa o carteiro que passa apressado, pedindo licença aos transeuntes?...
O que pensa a mulher olhando revistas, na banca?...
O que pensa o caminhoneiro sisudo buzinando, na contramão?...
O que pensa o homem que caminha, limpando as lentes dos oculos?...
O que pensa a mulher pedinte sentada na cadeira de rodas, na frente da agencia bancaria?...
O que pensa a adolescente que retoca a maquiagem, na frente do espelho da loja?...
O que pensa você agora, enquanto me lê?...
O que penso eu – analfabeta de pensares alheios -, enquanto escrevo?... O que pensar?...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

De olho