sexta-feira, 13 de maio de 2011

Mais sexta-feira 13

Melhor não sair de casa, não cruzar debaixo de escada, nem arriscar enxergar um gato preto pelo caminho. Já estamos na sexta-feira 13, e não há como tirá-la do calendário. É sexta-feira mesmo – e 13. Aproveite bastante – o maximo – a sexta-feira 13 que já chegou, neste mês de maio, pois parece que é a unica deste ano. Coloque pra fora todas as suas superstições – se possivel, sem exagero, sem muito sal grosso (guarde para o churrasquinho do final de semana).
O que importa mesmo é que algum dia desta semana é sexta-feira 13 – dia que tem as mesmas 24 horas, os mesmos 1.440 minutos e aqueles costumeiros 86.400 segundos. Até aí, “nada de novo no front”. O novo fica por conta do dia (13) coincidir com a sexta-feira.
Até na superstição da sexta-feira 13, tem Jesus Cristo, que, dizem, foi crucificado numa sexta-feira santa. Eu não estava lá, para saber (nem você, suponho). E tem gente que ainda conta que o numero 13 (cabalistico e considerado do azar) também tem a ver com Jesus. Na ultima ceia, antes de ser crucificado, Cristo teria se reunido com os 12 apostolos (12 + 1 = 13). Cá entre nós, muita sorte mesmo, hein?... Pelo que dizem, os 13 se despediram numa sexta-feira – e a gente tem conhecimento dessa historia, até hoje.
Mas ainda tem aquela historinha da “Ordem dos Cavaleiros Templarios”, que, segundo consta (sei lá onde), irritou tanto o Rei da França, Filipe IV, que “o belo” mandou os suditos prenderem, excomungarem e queimarem na fogueira todos os templarios que encontrassem. A ordem foi feita numa sexta-feira 13 (alguém duvida?). Com certeza, foi um azar e tanto – para os templarios, que acabaram deixando de existir mesmo. Coisas da historia da humanidade, da qual fazemos (ainda) parte.
São tantos os fatos - contados e recontados -, que nem se tem como relacioná-los todos. E cada vez mais aparecem outros, pra justificarem a crendice, e alimentarem a superstição em relação à sexta-feira 13. Nisso tudo, fica a certeza, mais uma vez e sempre, de que tudo, tudo mesmo, passa – até a sexta-feira 13, que será naturalmente ultrapassada pelo sabado 14, neste mês, neste ano.
Os petistas é que parecem estar de bem com o número 13. Lula saiu da presidencia, com 89% de aprovação popular, e Dilma está com 73% de aceitação dos brasileiros. Isso, sem precisar matar lider terrorista, e ainda provar, depois, com exibição de exame de DNA. Dizem que “Mr. President Obama” teve aumento de 11% de popularidade, depois que conseguiu, finalmente, pôr fim à vida de Osama Bin Laden. E a gente ainda admira a criatividade daqueles caras cineastas hollywoodianos, achando que aquelas estorinhas todas de “mocinho e bandido” são coisas que permanecem só no cinema...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

De olho