domingo, 8 de abril de 2012

terça-feira, 3 de abril de 2012

Você tem?


Você tem alguém, um só alguém, com quem você pode ser você, sem ser o que os outros querem que você seja?
Você tem alguém com quem caminhar na chuva, sem proteção?
Você tem alguém com quem pode falar tudo e mais um pouco, e com quem silenciar horas a fio?
Você tem alguém que sempre destaca o melhor que enxerga em você?
Você tem alguém com quem você volta a ser criança, e quer envelhecer junto?
Você tem alguém que te espera, sempre, de braços abertos?
Você tem alguém a quem você não sente necessidade de mentir, nem de dizer verdade absoluta alguma?
Você tem alguém que te estenda a mão, sem falar coisa alguma?
Você tem alguém com quem ri e chora, e, no meio da madrugada, pode acordar esse alguém, por sentir-se só?
Você tem alguém com quem dividir a barra de chocolate, a coca-cola, o arroz com jiló?
Você tem alguém a quem não vive pedindo perdão por ter nascido?
Você tem alguém que, quando você chega, quer saber mesmo como você está se sentindo?
Você tem alguém que diz lembrar de você, nas situações mais simples da vida?
Você tem alguém que te ouve, te questiona, sem te interpretar?
Você tem alguém que você convida para sair, vai contigo, sem perguntar aonde?
Você tem alguém com quem você pode até não ser?
Você tem alguém que entra no consultório médico contigo, para saber da sua saúde?
Você tem alguém que te olha nos olhos, e diz o que pensa e sente, sem medo de interpretação?
Você tem alguém que ri das tuas piadas sem graça?
Você tem alguém com quem conversar sobre tudo, sobre nada, a qualquer momento, sem data especial?
Você tem alguém?...
Se você tem esse alguém ao seu lado, e também é esse alguém para esse alguém, só posso desejar uma coisa: Que você não acorde.

De olho