sábado, 12 de março de 2016

O que você tem a ver com isso?

O planeta está em crise. As pessoas estão em crise. Os setores estão em crise. A mídia está em crise. O trabalho está em crise. Os países estão em crise. A infância está em crise. A economia está em crise. O ser humano está em crise. A política está em crise. O caráter está em crise. A educação está em crise. A natureza está em crise. As redes sociais estão em crise. Os acordos internacionais estão em crise. A saúde está em crise. A ética está em crise. A família está em crise. A sensatez está em crise. O conceito de beleza está em crise. A segurança está em crise. A psicanálise está em crise. As relações estão em crise. Os jornais estão em crise. As artes estão em crise. Os animais (quadrúpedes) estão em crise. A bolsa está em crise. A velhice está em crise. A inteligência está em crise. Os valores estão em crise. A religião está em crise. A polícia está em crise. A sociedade está em crise. O papel higiênico está em crise.
É tanta crise, que falta espaço à reflexão. Por isso, poucos (ainda) insistem em pensar. A maioria reproduz o que a maioria faz – e ainda acha (achismo mesmo) que está sendo original. Crise de pensar, criar.
Ninguém mais se entende – nem quer compreender o que acontece. A crise predomina, em todos os lugares, em todas as decisões, em todos os gestos, em todos os olhares. É crise para todos os lados – nem precisa haver água parada, para se reproduzir, e causar mais e mais danos, sem qualquer expectativa de vacina, muito menos de cura.
Diante da realidade inteira em crise, eis que surge a pergunta: O que você tem a ver com isso?… Afinal, você, tão inocente, não é responsável pelas guerras, pela corrupção, pela fome, pelos linchamentos, pelas atrocidades religiosas, pela violência, pela crise da humanidade. Muito cá entre nós, sabemos que nem você, nem ninguém, é violento, fascista, psicopata, racista, ardiloso, homofóbico, corrupto, hostil, anormal, egoísta, pedófilo, desonesto, mau, sectário, egocêntrico, ladrão, xenofóbico, descumpridor dos seus deveres, arrogante, presunçoso, traidor, agressivo, bajulador, ciumento, linchador, negligente, grosseiro, vingativo, machista, cínico, torturador, mentiroso, ditador, oportunista, cruel, desequilibrado, estuprador, preguiçoso, intolerante, sádico, invejoso, dissimulado, rancoroso, bêbado atropelador, desleal, falso, orgulhoso, injusto, falsificador, maledicente, preconceituoso, possessivo, assassino, narcisista, colérico, inconsequente, burlador, avarento, o pior dos piores (ufa!). Todo mundo é bonzinho, cheio das melhores intenções e atitudes, e só quer ter o direito de adquirir armas, para se defender – ninguém deseja atacar, matar, dizimar. Os presídios e penitenciárias estão abarrotados, por todo o planeta, por aqueles que se dizem maiores vítimas, injustiçados, os mais inocentes. E ainda há os que estão do lado de fora, fazendo justiça – com as próprias patas -, para impor o mesmo discurso...
É o que penso a respeito – até agora. Pois é. E eu ainda questiono: O que você tem a ver com isso que escrevi?…

Nenhum comentário:

Postar um comentário

De olho